Buscar
  • Sinantrópicos Ambiental

Uma nova espécie de libélula

Uma nova espécie de libélula foi descoberta por universitários em Gonçalves (MG). A novidade ajuda a preservar os habitats desses insetos, córregos de alta altitude da Mata Atlântica.


Um grupo de estudantes estava fazendo um estudo com um levantamento da biodiversidade da Mata Atlântica, em uma trecho da Área de Proteção Ambiental Fernão Dias. Não imaginavam que fariam uma importante descoberta. A mexicana Brechmorhoga tepeaca, semelhante à espécie nova, Brechmorhoga goncalvensisForam cerca seis meses de trabalho sob orientação do professor Marcos Magalhães de Souza, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas. Além das coletas para avaliação da diversidade da fauna, a equipe procurou fazer muitos registros fotográficos dos animais.

Entre esses animais estava uma libélula de quase dez centímetros. O inseto atraiu a atenção do professor Marcos, mas somente após o exame do taxonomista, veio a confirmação — tratava-se de uma espécie nunca antes descrita pela ciência. A nova espécie foi batizada de Brechmorhoga goncalvensis, uma homenagem ao município onde foi descoberta, Gonçalves. Indicadores ambientaisUma das coautoras do estudo que descreveu a espécie, a aluna de biologia Glaucia Regue, conta que uma confusão foi feita no passado com esse animal: “Em 1946 uma fêmea dessa mesma espécie foi encontrada por um pesquisador no Rio de Janeiro, só que na época ficou registrada como se fosse uma B. tepeacea, libélula que na verdade só ocorre no México e na América Central. Agora foi possível estudar melhor e nomear o bicho”. No Brasil existem cerca de 1200 espécies de libélula, de um total de aproximadamente 5000 existentes no mundo. Importância das libélulas: As libélulas surgiram no Paleozoico e conservam até hoje suas principais características.

  • São consideradas bioindicadoras, isto é, espécies que refletem o estado biótico ou abiótico de um ambiente natural. A presença do animal normalmente indica água limpa.

  • Controlam populações de mosquitos como o Aedes aegypt.

  • As libélulas têm um relevante papel ecológico não só como predadoras mas também como presa de pássaros, sapos e outros animais.

Fontes e referências:

Generic diagnoses within a closely related group of genera: Brechmorhoga , Gynothemis , Macrothemis , and Scapanea (Odonata: Libellulidae) – Em Inglês

Nova espécie de libélula é descoberta por universitários em Gonçalves (MG) – G1


FONTE: Biólogo

2 visualizações0 comentário